reginaldo-rossi

Em 23 de dezembro de 2013 Por Redação Em Geral - 1507 Visualizações

Morre Reginaldo Rossi, rei do brega

Reginaldo Rossi travou uma árdua batalha contra um câncer de pulmão e acabou sendo vencido hoje, dia 20 de dezembro de 2013 aos 69 anos. O cantor e compositor faleceu às 9:40 da manhã, no Hospital Memorial São José, na área central do Recife. Reginaldo estava internado desde o dia 27 de novembro e morreu de falência múltipla dos órgãos.

O Recife está de luto. Tanto o prefeito da cidade, Geraldo Julio quanto o governador do Estado Eduardo Campos, decretaram três dias de luto oficial.

Em sua longa carreira, Reginaldo Rossi acumulou sucessos que lhe deram o carinhoso apelido de Rei do Brega, além de 14 discos de ouro. A música “Garçom” ficou famosa no país todo, mas outras canções como “A raposa e as uvas”, “Em Plena Lua de Mel”, “Leviana” e “Recife minha cidade” também fizeram muito sucesso.

Reginaldo Rossi nasceu no Recife, no ano de 1944. A carreira de cantor foi iniciada na década de 60, quando a Velha Guarda fazia o maior sucesso. Rossi estudou Engenharia Civil, mas gostava mesmo era de imitar Roberto Carlos. E deu certo.

Curiosamente, seu primeiro disco era de rock, com a banda The Silver Jets. Logo depois Rossi enveredou para o pop, com canções mais românticas. Nascia o Rei do Brega.

Em 2000, vários artistas prestaram um tributo ao cantor, no disco “ReiGinaldo Rossi”. Músicos como Lenine, Zé Ramalho, Geraldo Azevedo, Eddie, Dolores, Paulo Francis entre outros, cantaram as músicas do Rei do Brega em releituras.

Imigrantes do Clarim Diário, vieram pra cá após terem sido demitidos por J. Jonah Jameson por gostarem do Homem-Aranha. Viciados em informação, aceitaram a árdua tarefa de noticiar coisas relevantes, curiosas e divertidas em troca de rosquinhas de milho.

One Response

  1. Eu nasci em Limoeiro, mas vivi como estudante em Recife, minha cidade natal, rodei o país inteiro mas não tenho, como esquecer o rei do brega, onde se escuta a musica dele, fico todo arrepiado, adoro escuta-lo com belíssimas canções, Reginaldo deve está cantando nos céus. Hoje moro em João Pessoa, mas adoro recife, nos antigos carnavais fui muito a Itamaracá onde ele vinha sempre cantar Recife minha cidade, acredito que entre ele e Cazuza nunca mais vai existir pessoas com quilates desta qualidades, pois cantam porque não dizer cantam, que são dotadas e inspiradas por Deus o dono do universo, é uma penas que estes dois foram, partiram tão cedo desta vida terrena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *